Polícia Civil prestigia lançamento do programa Amazonas Mais Verde na sede do Governo do Estado

Polícia Civil prestigia lançamento do programa Amazonas Mais Verde na sede do Governo do Estado

Cidade

Representando a delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Emília Ferraz, o delegado Demétrius Queiroz participou, na manhã desta terça-feira (15), do lançamento do programa ‘Amazonas Mais Verde’, apresentado pelo governador Wilson Lima, no palácio do governamental, bairro Compensa, zona oeste da capital. 

O programa contará com seis secretarias estaduais agrupadas em três equipes que atuarão a partir de planos de trabalho conjuntos. As ações serão voltadas à prevenção, fiscalização e combate ao desmatamento e queimadas; promoção de atividades produtivas sustentáveis; além da regularização fundiária.

“É muito importante para o desenvolvimento do nosso Estado a implementação de um programa como este. Conheço as dificuldades do sul do Amazonas, quando atuei como titular no município de Lábrea. Logo, destravar o acesso ao crédito, regularizar imóveis rurais e reduzir os impactos ambientais, além de atitude nobre, é investir no futuro de centenas de famílias,” afirmou Demétrius Queiroz.

A coordenação do programa será feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), com execução da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Produção Rural (Sepror) e Secretaria das Cidades e Territórios (Sect).

Suporte – Além das secretarias, o ‘Amazonas Mais Verde’ contará com o apoio de outros três órgãos estaduais: Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

O governador Wilson Lima, em seu discurso, parabenizou o Governo Federal por destinar R$ 56 milhões para o Amazonas. “Nós temos três eixos principais para a utilização desses recursos que são: a regularização fundiária, comando e controle para o combate as queimadas e o estímulo à agricultura agroflorestal”, frisou.

Entre os objetivos está o fortalecimento do desenvolvimento econômico sustentável como estratégia para conter o avanço do desmatamento e das queimadas, em especial nos municípios do sul do estado e na Região Metropolitana de Manaus (RMM).

 

Fonte: ASCOM/PC-AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *