Pedagoga da Seduc-AM é selecionada para intercâmbio no Canadá

Educação

Pesquisa aborda desafios de professores e alunos do Ensino Presencial com Mediação Tecnológica na rede estadual amazonense

Com um projeto que aborda o dia a dia dos professores, a pedagoga Carolina de Souza Oliveira, do Centro de Mídias da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), acaba de carimbar seu passaporte rumo ao Canadá. Ela foi aprovada em edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para participar de um programa de desenvolvimento profissional de professores da educação básica. O intercâmbio começará no próximo mês de julho e terá duração de oito semanas.

Carolina disputou vaga pela região Norte com outros 21 candidatos, e foi selecionada por sua pesquisa “Casos de Ensino: Desafios e superação de alunos e professores do Ensino Presencial com Mediação Tecnológica”. O trabalho tem como objetivo divulgar o contexto de alunos e professores presenciais do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam).

A pesquisa busca ainda desenvolver uma intervenção pedagógica rica em troca de experiências, utilizando-se do Método do Caso. “Este método e os Casos de Ensino são usados pela Universidade de Harvard e, ainda, pouco disseminados na área da Educação, no Brasil”, reforça a pedagoga.

“Nos Estados Unidos, os casos são materiais didáticos populares nas áreas de Negócios, Direito, Medicina e Educação. Na visão de pesquisadores, a aprendizagem baseada em casos ajuda os profissionais a desenvolver as habilidades de diagnosticar problemas, reconhecer múltiplas influências, perspectivas e se envolver no exercício de sugerir e analisar possíveis soluções”, completa.

Ela conta que resolveu escrever sobre o assunto porque acrescenta significativamente ao seu projeto de Mestrado Profissional em Ensino Tecnológico do Amazonas (MPET), do Instituto Federal do Amazonas (Ifam). “Parafraseando a professora doutora Katherine Merseth [minha inspiração]: ‘Espero que sirva de exemplo e inspiração, criando um círculo virtuoso em torno de uma Educação de qualidade e da troca de experiências ricas, que permitam aos professores conduzir cada aluno a seu máximo potencial’”, cita Carolina.

Retorno – O programa de desenvolvimento profissional da Capes oferecerá dois meses de estudo e um curso de inglês. Os selecionados ficarão em casas de famílias canadenses e, no retorno ao Brasil, terão o compromisso de desenvolver seu projeto de intervenção contando com o apoio da Secretaria de Educação do Estado.

“Tenho certeza que será uma experiência incrível. [Vou] conhecer uma nova cultura, estabelecer relação de aprendizado em contexto diferente, e aprender e aperfeiçoar outro idioma”, destaca a pedagoga. “Sou de uma área carente e espero que essa oportunidade sirva de incentivo para outros [da minha região]. Acredito que meus colegas professores deveriam, também, passar por uma experiência como essa”, finaliza.

Por fim, Carolina agradeceu pelo apoio que recebeu durante o processo de seleção, desde a concepção da sua pesquisa. “Quero agradecer a minha família, meus pais e marido, que não têm medido esforços para me ajudar; assim como meus colegas assessores pedagógicos, meu gestor e sua equipe, minha coordenadora pedagógica e, também, o MPET e o Ifam”.

Foto:Cleudilon Passarinho/Seduc-AM

Fonte:ASCOM/Seduc/AM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *