Em Brasília, Sejusc articula implantação da Casa da Mulher Brasileira no Amazonas

Cidade

Projeto do Governo Federal promete fortalecer o atendimento a mulheres vítimas de violência doméstica no estado

Nesta quarta (09) e quinta-feira (10/10), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), está em Brasília (DF), para articular apoio em emendas parlamentares com o objetivo de efetivar a implantação da Casa da Mulher Brasileira no estado.

Durante agenda, a titular da Sejusc, Caroline Braz, e a secretária executiva de Políticas para Mulheres da Sejusc, Ana Barroncas, reuniram-se com a secretária nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Britto, com a secretária adjunta da pasta, Roseane Cavalcante, além de parlamentares como o deputado federal José Ricardo e senadores Omar Aziz, Plínio Valério e Eduardo Braga.

A Casa da Mulher Brasileira é um projeto do Governo Federal, que faz parte do “Programa Mulher, Viver sem Violência” e que funciona como um centro de atendimento humanizado à mulher em situação de violência doméstica. O ambiente é equipado e adequado para a recuperação do bem-estar das vítimas.

De acordo com a titular da Sejusc, a implantação da Casa da Mulher Brasileira irá fortalecer o atendimento a mulheres no Amazonas. “Alinhada a políticas de prevenção à violência, a Casa da Mulher Brasileira vai acrescentar no atendimento que oferecemos, encorajando mais mulheres a procurar os serviços”, frisa. “É uma forma de mostrar para as amazonenses que elas não estão sozinhas e que o poder público está atuando para a efetivação das leis”.

No último sábado (05/10), a equipe da Sejusc esteve reunida com representantes da Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres para dialogar sobre a viabilidade do projeto no Amazonas.

Expansão do atendimento – Nesta gestão, a Sejusc está trabalhando com políticas de prevenção à violência física, psicológica, moral e patrimonial contra mulheres, por meio do incentivo à independência financeira e empoderamento.

Em junho deste ano foi inaugurada a primeira unidade do Serviço de Apoio a Mulheres, Idosos e Crianças (Samic), no município de Itacoatiara. O local, que fica no anexo da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher do município, oferece apoio social, psicológico e jurídico.

Outras seis unidades estão sendo planejadas para o interior do estado.

 

 

Fonte: ASCOM/SEJUSC-AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *