Susam inicia negociação de data-base com trabalhadores da saúde

Amazônia

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) iniciou nesta quinta-feira (16/05) as negociações para o pagamento da data-base de 2019 com sindicatos dos trabalhadores da saúde. A reunião foi realizada na sede da secretaria e foi conduzida pela secretária executiva Vanessa Nascimento. Durante a discussão, a secretária ouviu as propostas da categoria, que serão analisadas pelo Governo.

Na reunião, Vanessa afirmou que reconhece as demandas pleiteadas pelos sindicatos, que envolvem melhorias nas condições de trabalho, mas também pediu que, na negociação que iniciou nesta quinta, os trabalhadores levem em consideração o momento de dificuldade orçamentária enfrentado pelo governo.

“Que a gente leve em consideração não apenas os interesses das nossas categorias, que são justos, mas também a saúde financeira de um estado. Estou pedindo a vocês, como cidadã, que tenham plena convicção do momento. Não se esqueçam de que a gente tem que pensar no todo, que saúde se constrói no coletivo, assim como um governo tem que pensar no coletivo”, afirmou Vanessa ao abrir a reunião.

Em conjunto com os representantes sindicais, a secretária marcou para a próxima quarta-feira (22), às 14h, uma nova rodada de discussão.

Mesa de negociação – Antes da reunião para tratar da data-base, os trabalhadores e a gestão da Susam discutiram sobre a retomada dos trabalhos da Mesa Estadual de Negociação Permanente do Sistema Único da Saúde (SUS).

A Mesa é o principal canal de diálogo entre a gestão e representantes dos trabalhadores, fórum onde são discutidas as demandas dos trabalhadores da saúde junto à Susam, como, por exemplo, reposição salarial e Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCRs). A última reunião da Mesa foi realizada em dezembro de 2018.

Ficou definido que, ainda que a burocracia para restabelecimento da Mesa não tenha sido totalmente superada, os sindicatos e a gestão iniciarão as discussões sobre as demandas dos trabalhadores.

“Para que não se fique sem o diálogo com as partes, nós propomos que a gente reconheça o direito que já é dos trabalhadores, que já foi aprovado, e que, concomitantemente, a gente continue recebendo as propostas e iniciando os diálogos com o governo, enquanto resolvemos a parte burocrática para restabelecer a Mesa”, explicou Vanessa Nascimento.

Mesa é um fórum permanente de negociação entre empregadores e trabalhadores do SUS e no Amazonas é composta pelos Sindicatos dos Trabalhadores Públicos do Estado do Amazonas, dos Cirurgiões Dentistas do Amazonas, dos Farmacêuticos no Estado do Amazonas, dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas, dos Agentes Comunitários de Saúde, dos Assistentes Sociais do Amazonas, dos Enfermeiros Servidores Públicos no Estado do Amazonas, dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais do Amazonas e dos Psicólogos do Estado do Amazonas, além de sindicatos convidados (dos Médicos do Amazonas e dos Agentes de Endemias), gestores de órgãos do governo e universidades.

Fonte: ASCOM/Susam-AM

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *