Fiscalização surpreende 29 motoristas dirigindo alcoolizados no final de semana, e um é preso em flagrante

Amazônia

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou, durante fiscalização da Lei Seca entre o sábado (3/8) e a madrugada desta segunda-feira (5/8), 29 motoristas dirigindo sob efeito de álcool. Um condutor foi preso em flagrante. As fiscalizações foram realizadas em diversas zonas de Manaus e ocorreram em parceria com a Polícia Civil e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).

O coordenador da operação, Wendel Menezes, ressalta que o principal objetivo da ação é salvar vidas, além de diminuir o número de vítimas fatais e lesionadas no trânsito.

“Primeiramente buscamos salvaguardar a vida dos usuários no trânsito, tanto de condutores, de pedestres, de passageiros, com o intuito de diminuir cada vez mais também o número de vítimas lesionadas e fatais no trânsito da nossa cidade. Fiscalizando a partir do binômio álcool e direção. O Detran nesse ano intensificou bastante essa fiscalização de alcoolemia, o que resultou, durante o decorrer deste ano, em mais de 1.200 condutores flagrados conduzido veículos automotores após ingerir bebida alcoólica”, ressaltou Menezes.

Ao todo, foram realizados 352 testes de alcoolemia – popularmente conhecido como bafômetro –, e 183 multas foram aplicadas a motoristas por diversas irregularidades. Durante a fiscalização, 23 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 25 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL) foram recolhidos, além de 36 veículos que também foram recolhidos, sendo dez carros e 26 motocicletas.

Prisão – O motorista T.S.D.A, de 24 anos, foi preso em flagrante na noite do último domingo (4/8), na Avenida do Turismo, quando foi aferido em seu teste de alcoolemia o resultado de 0,72 mg/L (miligramas de álcool por litro do ar expelido dos pulmões). Acima de 0,34 mg/L no teste, o motorista pode ser preso em flagrante. Ele foi encaminhado para o 19º Distrito Integrado de Polícia.

Lei Seca – De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Se o condutor cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado. A Lei Seca não permite a direção de veículos sob qualquer quantidade de bebida alcoólica ingerida pelo condutor. Caso o índice seja de 0,34 mg/L, além da prisão em flagrante, o motorista recebe uma infração de trânsito gravíssima.

Foto: Paulo Bahia/Detran-AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *