Contrato entre Governo do Amazonas e Agência Nacional de Águas disponibilizará mais de R$ 1 milhão para o Estado

Sema suspende visitas em Unidades de Conservação Estaduais para conter avanço do coronavírus no Amazonas

Amazônia

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) suspendeu, a partir desta terça-feira (18), as visitações em Unidades de Conservação (UC) Estaduais no Amazonas. Formalizada pela Portaria Sema nº 32, de 17 de março de 2020, a medida faz parte das ações de prevenção e combate do Governo do Amazonas para conter a propagação do novo coronavírus (Covid-19) no Estado e preservar a saúde, sobretudo das populações tradicionais.

A medida atende a recomendação Governo do Amazonas, conforme estabelecido no Decreto nº 42.061, de 16 de março deste ano. O documento determinou situação de emergência na Saúde Pública do Estado e instaurou o Comitê Intersetorial de Enfrentamento e Combate ao Covid-19.

“Nós temos uma agenda extensa de trabalhos realizados no interior do Estado que, a partir de agora, está temporariamente suspensa. Preservar a saúde das populações, sobretudo as tradicionais, é nossa prioridade no momento, visto que qualquer um pode ser vetor de transmissão do coronavírus, ainda que não apresente sintomas da doença”, disse o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

Além das visitas, foram suspensas as emissões de autorização para eventos, filmagens e pesquisas nas 42 UC gerenciadas pela Sema, entre elas o Parque Sumaúma, por prazo indeterminado. Todas as autorizações previamente expedidas estão revogadas a partir desta terça (18).

As reuniões presenciais de conselhos, reuniões comunitárias e encontros de gestores, realizados pela Secretaria, também foram suspensas. O documento limita ainda as ações de servidores da Sema, sobretudo no interior do Amazonas, suspendendo a participação dos colaboradores em eventos de qualquer natureza e viagens intermunicipais.

A Portaria entra em vigor nesta terça-feira (18) e será publicada no Diário Oficial do Estado do Amazonas. “Tão breve seja possível, conforme as recomendações do Governo do Estado e dos órgãos competentes, retornaremos com a nossa atuação em campo e a presença dos servidores no interior, para dar seguimento pleno às nossas ações junto aos comunitários nas Unidades de Conservação Estaduais”, concluiu o secretário.

 

 

Fonte: ASCOM/SEMA-AM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *